MOVE CINE ARTE

De 15 a 18 de novembro acontece em Monte Verde, MG, o primeiro Festival Internacional de Filmes sobre Arte no Brasil. Com curadoria de Andre Fratti Costa e direção de Tassia Quirino, o MOVE CINE ARTE – Festival Internacional de Monte Verde traz uma seleção de filmes que abordam as mais diversas linguagens artísticas, seus processos criativos e seus personagens.

A organização do festival agendou ainda um coquetel de lançamento em São Paulo, no dia 6 de novembro, no Museu da Imagem e do Som/ MIS-SP. O evento será um acontecimento fechado para convidados (artistas, parceiros e imprensa) com exibição de um filme que faz parte da programação do festival.

A programação se espalha durante os dias do feriado de novembro sempre com três sessões à tarde e uma à noite, realizadas em espaços não convencionais da acolhedora cidade que abriga esta primeira edição do festival.

Nas sessões "À tardinha", à beira da lareira, no sofá, para pouca gente: uma taça de vinho e uma boa conversa configuram um ambiente bem intimista de apreciação dos filmes. Após as exibições, o público participará de conversas com o curador, debates com artistas, diretores, produtores e pesquisadores de cinema e arte.

As sessões "À noitão" acontecem num casarão no meio do bosque de eucaliptos velhos, onde um número maior de pessoas e uma tela grande conferem a ambiência de uma sala de cinema um pouco diferente das convencionais. “Gosto de pensar numa curadoria dos encontros, porque um festival com este tema tem que propiciar uma experiência diferente,” comenta o curador.

No dia 18 o encerramento do festival exibirá os filmes premiados nas categorias: Melhor Filme, Melhor Fotografia, Melhor Montagem e Melhor Criação Sonora.

Parceria Internacional

O festival brasileiro conta ainda com a parceria internacional do Asolo Art Film Festival. O consagrado evento italiano terá uma sessão especial seguida de debate com Steve Bisson, o diretor do festival italiano, em Monte Verde com três curtas premiados na sua 30ª edição (2011).

Em outros países, os festivais de filmes sobre arte ganham cada vez mais espectadores e permanecem por várias edições formando um público crescentemente interessado em cinema e nas outras artes. Festivais internacionais como o italiano ASOLO ART FILM FESTIVAL que está na sua 31ª edição, o canadense FIFA (Festival Internacional de Filmes sobre Arte) que está na sua 30ª edição e o alemão DOKU ARTS, na 6º edição, inspiraram a criação de um festival brasileiro com abordagem similar.

"No Brasil e no mundo há uma produção crescente e com cada vez mais qualidade de filmes relacionados às artes, e são muito poucas as janelas de exibição especializadas que possam promover um encontro entre o Cinema e as mais diversas formas de expressão artísticas.", explica Andre.

Destaques da programação

No MOVE CINE ARTE, a maioria dos filmes internacionais que serão exibidos são ainda inéditos no Brasil e retratam as mais diversas linguagens artísticas: a Dança, com Danse la Danse, Nacho Duato que documenta a despedida do famoso coreógrafo que liderou a Companhia Nacional de Dança da Espanha por 20 anos; a Arquitetura com o média-metragem Christian de Portzamparc, un architecte en mouvement que retrata a vida e obra do premiado arquiteto francês; o Design, com o filme The Visual Language of Herbert Matter e a pintura com o longa Opalka – One life, one ouvre, em que o artista polonês que dedicou 45 anos de sua vida a pintar a contagem do tempo tem sua obra retratada.

O público brasileiro ainda vai poder assistir pela primeira vez a outros destaques internacionais, como o filme Life in Movement, que narra a história da carreira meteórica de Tanja Liedtke, coreógrafa australiana de 29 anos que, na semana em que fora nomeada diretora artística da Companhia de Dança de Sidney morreu num acidente de trânsito. Há ainda a beleza das imagens cinematográficas que descrevem os movimentos corporais dos praticantes de Parkour em sua coreografia articulada com as obras arquitetônicas de grandes centros urbanos mundiais no filme dinamarquês My Playground (2010) de Kaspar Astrup Schroder.

"São todos estes filmes formas de compreender como as linguagens podem contribuir umas com as outras, gerando um território diverso e mais amplo de circulação, mas também contaminando os campos de produção dos enigmas e dos sentidos da arte", comenta o curador. "Documentários, ficções sobre artistas e suas obras, registros inventivos de processos artísticos, todos esses filmes que permitam pensar e ampliar a relação das imagens em movimento com as demais manifestações culturais humanas estão na mira do festival".

Além dos filmes internacionais, a produção brasileira estará representada em longas e curtas metragens.  A pesquisa e a programação dos filmes nacionais ainda está sendo finalizada pela curadoria do festival e será divulgada na primeira quinzena de outubro.

O Festival é uma realização da produtora Olhar Periférico Filmes e tem co-realização da AHPMV (Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde).

 

Andre Fratti Costa, responsável pela curadoria do Festival. Formado em cinema pela FAAP e Mestre pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP - 2003), Andre é professor universitário da graduação de Cinema e Artes Plásticas na FAAP e da pós graduação do Centro Universitário Belas Artes e da USJT. Fundador da Olhar Periférico Filmes, dirigiu mais de 20 documentários que compuseram a seleção oficial de diversos festivais pelo país e no exterior. Entre os prêmios recebidos como diretor, os mais recentes são: Prêmio Especial do Júri no ASOLO ART FIM FESTIVAL 2010 com o documentário Uma Tramazul; Prêmio Canal Contemporâneo de Melhor Vídeo de Registro de Arte 2010, com o documentário Regina Silveira: Blindagem; o Prêmio Rumos Itaú Cultural Cinema e Vídeo 2006/2007, com o projeto cinematográfico Histórias de Morar e Demolições. Durante os anos de 2010 e 2011, foi curador permanente da Mostravídeo do Itaú Cultural, realizada mensalmente em Belo Horizonte e em Curitiba. Foi também membro do Comitê de Programação e Seleção do 16º Festival Internacional de Arte Eletrônica Videobrasil em 2007, além de outros festivais importantes que participou como Júri. Recebeu o Prêmio “Heróis Invisíveis”, em 2004, por reconhecimento aos trabalhos realizados de formação de Vídeo e Cinema em projetos sociais destinado a jovens de setores populares (prêmio criado e coordenado pelo jornalista Gilberto Dimenstein).

MOVE CINE ARTE

Festival Internacional de Monte Verde - 1ª edição

De 15 a 18 de novembro em Monte Verde, MG

Acompanhe a programação completa do evento no site http://www.movecinearte.com.br e no facebook do evento unknown http://www.facebook.com/MoveCineArte

 

Festa de Lançamento PARA CONVIDADOS

Museu da Imagem e do Som/ MIS-SP em São Paulo

Horário: 19h30

Endereço: Avenida Europa, 158, Jardim Europa

Telefone 11 2117 4777

Sessão seguida de coquetel

 

Assessoria de Imprensa

Fernanda Assef

11 99425-2372

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

linkchecking powered by Union Development

 

 

 

PARCEIROS