logo mnemocine

wood.png

           facebookm   b contato  

História do Cinema

Aqui estão os textos, artigos e ensaios referentes a História do Cinema. A seção,  desenvolvida com a ajuda de nossos colaboradores, professores, pesquisadores e cineastas, possibilita uma farta  reflexão sobre o universo audiovisual.  OBS: Textos de maior extensão encontram-se em PDF na seção "Downloads".

O Cinema Mudo em Quatro Livros

A produção historiográfica sobre o início do Cinema no Brasil
Os cursos universitários de cinema têm quase meio século. Não seria um exagero afirmarmos que a produção universitária de teses e dissertações começou pelo princípio, ou seja, o cinema mudo, com o sólido grupo criado à volta de Paulo Emílio Salles Gomes. Um programa foi estabelecido na década de 1960 por Paulo Emílio, Maria Rita Galvão, Jean Claude e Lucila Ribeiro Bernardet, Ismail Xavier e Carlos Roberto de Souza, continuando a dar frutos nas seguintes (1).

Leia mais...

A Trajetória das Salas de Cinema*

No início do século São Paulo assistia com orgulho a velocidade das construções de seus edifícios, vivia o burburinho de seus cafés e, principalmente, a suntuosidade de suas salas de cinema: os palácios cinematográficos. A capital paulista abrigava as mais requintadas salas da América Latina e a efervescência cultural e artística da urbe estava diretamente ligada à sétima arte.

 

Leia mais...

O negro no cinema brasileiro de ficção

Pouca gente sabe, mas o Brasil é, atualmente, o segundo país do mundo em população negra (49% de 170 milhões de habitantes), superado apenas pela Nigéria - e na frente da Ethiopia, do Congo (ex Zaire), dos Estados Unidos , da África do Sul e todos os outros.

 

Leia mais...

Notas para uma história do cinema homossexual na era dos regimes totalitários

Enquanto os soldados alemães, com seus 'belos cabelos', suas 'faces bronzeadas' e seus 'olhos de gelo' ampliavam os domínios da Alemanha nazista, o desejo e a prática homossexual eram varridos do território ariano com a mesma truculência eficiente que condenaria os judeus europeus, os doentes mentais e os ciganos.

 

Leia mais...